No início de outubro de 2017 , passando uns dias em minha casa, eu disse: “Pai ,nao sei se consigo , caminho 14 km e sao 20 e poucos todo dia “. Prontamente com seu sorriso veio a resposta : ”Vai sim ,eu acredito , quilômetros sao só detalhes! ”.Como pôde ele , naquele dia , um simples mortal ,ter tamanho dom , enxergar tao longe, saber tanto, ese era o cara! Ele acreditava, entao, tudo certo, era só o que eu precisava.

“Pai ,obrigada, simplemente foste o melhor , que orgulho ter nascido na familia onde você foi o pai. Te amo . Desculpa pelo que fiz e pelo que nao fiz … tentei sempre meu melhor … obrigada. Te amo. Nao precisa ficar se você quiser ir.  Vai!  Diz pra ela que a amo também. Você é o homem da minha vida. Te amo. Te amo. Tchau!”

Sem dor!!!

02 de novembro de 2017

Nao há como desistir.

Nao era a vontade de fazer o camino…

Era uma promessa a pagar!

O Caminho de Compostela é marcado pelo trajeto que o Apóstolo Tiago trilhou disseminando a palavra de Jesus.

E o meu caminho de Compostela traz o amor , a compaixao de Jesus em mim . Que ao trilhá-lo consiga discernir os verdadeiros sentimentos que em mim habitam e com amor possa levar também aos outros o que há de melhor em mim.

Meu caminho é feito de amor ,  compaixao ,  desapego , encanto , superaçao , promessa.

Que eu possa chegar a você com minhas imagens e levar a luz que hoje ilumina meu caminho.

Obrigada Sidnei Maffei por hoje me lembrar do verdadeiro significado daquele que deu a vida por nós. E ele me disse: ”Acredite sempre no Jesus vivo que existe dentro de nós”.

Amém.

Hoje vou falar sobre tolerância … é um exercício que tô praticando aqui no caminho , algo que tô buscando, porque às vezes eu sou uma pessoa muito intolerante com os outros… me irrita muitas coisas … me irrita às vezes um olhar, uma plavra, uma frase mal-entendida , e isso é um exercício que eu estou fazendo … e aqui , por estarmos sempre muito cansados na hora que chegamos no albergue , e às vezes nao entendemos muito a língua um do outro , todos somos estrangeiros , acabamos por nos irritar e sermos intolerantes… entao eu estou buscando isso … ser mais tolerante.

Vamos todos praticar , tentar enxergar no outro de uma forma diferente , de uma que nem todos sao iguais , cada um com seus defeitos , suas qualidades , e temos que tolerar isso e temos que aceitar os defeitos uns dos outros. E saber que nem nós somos perfeitos, aceitar nossos defeitos, assim como aceitar os dos outros .

E é um exercício muito difícil ,  ainda nao consegui , eu sou muito intolerante , tô praticando muito aqui , quando algo nao é bem visto , procuro fechar os olhos e continuar… respirar fundo e tentar entender que cada um é do seu jeito…

Vamos tolerar, vamos ter tolerância a situaçoes, vamos ter tolerância a pessoas…

O mundo mais tolerante, quem sabe um mundo bem melhor…

Eu vou tentar, quem sabe você tente também e também consiga.

CEGONHAS HABITAM AS TORRES DAS IGREJAS…E NAO IMPORTA O BADALAR DOS SINOS… ELAS FIRMAM POSTO EM SEUS ENORMES NINHOS… PORTANTO, NAO SE DETENHAM AOS SEUS PÉS OU À ALTURA DOS SEUS OLHOS, ERGAM A CABEÇA, A NATUREZA, ABELEZA TAMBÉM ESTÁ NO ALTOS DAS IGREJAS…

EU TO TRILHANDO O MEU CAMINHO DA MELHOR FORMA, ANSIANDO CHEGAR AO FIM E ME TORNAR UMA PESSOAS MELHOR POR TER TANTO TEMPO DE REFLEXAO… QUE CADA UM POSSA TER UM OBJETIVO NA VIDA E BUSCÁ-LO. EU TENHO E SEMPRE BUSCO, SOU PERSISTENTE…

SE ACABO UM PROJETO, JÁ COMEÇO OUTRO…

COMEÇE SEGUNDA FEIRA COM UM PROJETO, UMA META, COM UM CAMINHO A SEGUIR, SE TORNA MAIS FÁCIL.

TRILHE COM SUAS PERNAS SEM PRECISAS PISAR EM NINGUÉM. TIRAR NADA DE NINGUÉM.

“ PEC sempre”

(P)erdao;

(E)ntusiasmo;

(C)ompaixao.

 

Hoje é FÉ a palavra.

Eu queria falar mais sobre ela, mas duas palabras: ACREDITAR E CRER.

Essa é  a fé.

Num momento de descrença, Ele lá em cima tocou meu coraçao, abriu meu caminho e disse: ”  Vá… tenha fé … acredite… creia!”

Levante de manha, levante suas para o céu, acredite e tenha fé.

A companhia das pessoas sempre é agradável, qualquer assunto vem a somar, aunir. Mas é inevitável, às vezes, mesmo antes de anoitecer, se remeter ao seu país natal, à sua casa, à sua vida… eu ouvi inúmeros sussuros, muitas lágrimas, diversos suspiros nas madrugadas, e eu já os fiz por diversas vezes. Baixinho sempre, porque temos que respeitar os peregrinos exaustos do esforço que seus passos lhe cobram.

Cheia de luz … eu conversei com ele, poisa o fechar meus olhos…ele estava ali…mais uma vez me desculpei, agradeci,chorei, chorei , chorei…

E durante todos esses dias, mesmo sendo incrível a caminhada, eu caminhava com sofrer, com saudade, com negaçao…

E eu estaba ali pedindo a ele, pai, alívio, alívio daquele aperto do peito que me oprimia desde a sua partida…alívio no vazio que sentia na alma…

E eu acredito no que vivi, nao desconfio da minha sanidade…conversamos… eu me despedi… e as cinzas daquele dia pasado nao foram nossa despedida… quando sentei naquela pedra, a pedra dele aos pés da cruz… nos despedimos… eu disse tchau, eu consegui.

E num suspiro, eu sorri e caminhei… estava leve agora!

Estou aqui hoje na Cruz de Ferro pagando a promesso a Sao Tiago pela passagem plena , sem dor do meu pai…

 Aproveito, porque a Cruz de Ferro é um ritual no caminho onde as pessoas trazem de suas casas uma pedra para si ou em  nome de seus parentes ou amigos, para deixar tudo que é de mal ou ruim, aquí aos pés da cruz de ferro…

Eu trago uma pedra em nome do meu pai.

Eu trago uma pedra em nome da minha mae, que amo tanto quanto o amo, mas que me deu tempo para me acostumar com essa passagem, e dele nao tive ese tempo.

E trago uma pedra em nome dos meus entes, dos meus familiares, para que possa pedir por eles também, pedir que nao sobrecarregue suas almas, corpo, que sejam pessoas leves, que eu deixe aqui as suas coisas negativas.

Cruz de Ferro é um ato simbólico, mas é um ato de amor.

Eu estou aqui por amor!

E aquilo era mais… mais, muito mais que eu esperava, era espiritual, nao carnal…

Era Deus me acolhendo.

Era Sao Tiago me  recebendo…

Um misto de tarefa cumprida, promessa paga…de vitória.

Eu disse que iria, eu cheguei… sou uma vitoriosa!

E todas as emoçoes apertavam no meu peito … sufocavam a minha respiraçao e eu sucumbi…Solucei sentada naquele chao frio, gelada, sozinha… mas tao cheia de vida, eu chorei até começar a sorrir de novo.

Santiago de Compostela, prazer, essa sou eu, despida de máscaras.

Sou eu Patricia.

Filha do homem que acreditou nela, que disse “vai”… que caminhou ao seu lado de maos   dadas parte do percurso… só largou sua mao para de cima poder guiá-la…

Filha Daquele que lhe deu a vida para cumprir seu destino, com seu libre arbitrio, a procura do bem e do certo…

A mae do Gabriel e da Giovana, mae dedicada, orgulhosa…mae…

Mulher sofrida, vivida, alegre, guerreira, que nao aceita o nao, que nao aceita a queda…

Sou eu , muito prazer…

Reservas

14 + 4 =

Albergue Só Por Hoje

Tlfno. Reservas: 690 74 98 53

Mail: info@alberguesoporhoje.com

C/ Rodríguez de Cela nº30

Astorga – 24700 – León